9 de dez de 2016

Amelia LeFay - WJM

WJM 01

Jane

Eu sempre estive por minha conta. Minha vida costumava consistir em nada além de trabalho, mantendo Allen fora de problemas e, se sobrasse tempo, dormindo. Então eu me tornei sua empregada.

Max

Cada dia mais de meio milhão de pessoas assiste meu show. Eles confiam em mim. Eu sei que é porque eu sou o único filho da proeminente família Emerson. No entanto, prefiro acreditar que é porque eu sou honesto, não importa qual história eu relate. E eu sou honesto sobre tudo, exceto sobre o homem que tenho fodido pelos últimos quatro anos... e agora sobre ela.
Wesley

Eu quero três coisas: primeiro, quero foder Maxwell Emerson por trás enquanto Jane Chapman cavalga o pau dele ou se esfrega em sua cara... ou na minha, diga-se de passagem. Simplificando: eu quero os dois na minha cama, fodendo como animais.
Em segundo lugar, quero ser o melhor fodido chef do país. 
E em terceiro lugar, quero descobrir como ter simultaneamente os dois primeiros sem que qualquer um de nós saia machucado.





WJM 02

(trecho do livro)
Quando fico na frente dele, foi como se alguém tivesse batido o ar fora dos meus pulmões. Seus olhos azuis brilhantes me olharam lentamente, indo das minhas pernas, em seguida, até minhas coxas, em seguida, virilha, em seguida, estômago, peito, até que, finalmente, estávamos olho no olho. O bastardo sorri.
"Sim, eu fiz, estava salgado." Ele finalmente fala, e não consigo encontrar as palavras para responder. Eu não pude fazer nada, apenas olhar para trás como se ele tivesse me paralisado.
"Você parece bem", ele teve a coragem de dizer. Deixando isso ainda pior. Não. Ele não parecia bem. Ele parece magnífico, cada parte dele, seu corte de cabelo preto com um estilo moderno, sua barba cerrada sobre sua mandíbula forte e afiada, tentando qualquer um a tocá-lo.
"Wes..."
Eu ainda não conseguia falar; meu coração estava tão disparado, que senti como se estivesse ficando doente. Tudo o que podia fazer era ficar ali de pé. Então foi isso que fiz. Sem outra palavra, me afastei dele, não parando até que estava de volta na segurança da minha cozinha
"O que aconteceu?"
"Foi um erro", era tudo que poderia dizer. Havia muitas pessoas ao redor.
Dirijo-me para o meu escritório, fecho as cortinas e fecho a porta. Foi só então que senti como se pudesse respirar, e me inclinei contra a porta. Meu coração ferido batia tão alto, que a dor de cabeça que eu já sentia cresceu dez vezes.
Que porra é essa? "Essa porra é real?" Eu gemi em voz alta, caindo no meu sofá. Ele não era real. Minha mente estava pregando peças em mim.
Três anos e meio.
Eu não tinha visto o maldito punheteiro em três anos e meio e ele aparece de repente... Parecendo como...
Você pensaria que, aos trinta e cinco anos, eu iria procurar organizar minha vida e minhas coisas. Estaria maduro o suficiente para dizer no seu maldito rosto,
"Foda-se, companheiro". Em vez disso, estou escondido, me debatendo se estou ficando louco ou não.
Eu não quero voltar. Estou seguindo em frente. Porque
agora? Por que depois de todo esse tempo ele está de volta
agora?"






0 comentários :

Postar um comentário

Gostou? Sim ou Não? Qual a sua opinião? Eu quero saber, por favor, posta o comentário, o blog se movimenta através da sua participação. Comente!



Pedidos de envio de ebook por email serão ignorados.


Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.

© Romances em Ebook , AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena