Dizem que leva vinte e um dias para se formar um hábito. Eles mentem. Por vinte e um dias, ela aguentou. Mas no dia décimo segundo dia, ela teria dado qualquer coisa pelo doce descanso da morte. Porque no vigésimo segundo dia, ela percebeu que sua única saída significaria a morte garantida de um dos dois homens que ela amava.

Resenhas Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/resenhas/519470/edicao:526570



Deixe um comentário

Gostou? Sim ou Não? Qual a sua opinião? Eu quero saber, por favor, posta o comentário, o blog se movimenta através da sua participação. Comente!



Pedidos de envio de ebook por email serão ignorados.


Beijos