Hitman 01

Nikolai

Sou um assassino de aluguel desde que era um menino. Por anos eu saboreei o medo causado pelo meu nome, o tremor ao verem minhas tatuagens. As estrelas em meus joelhos, as marcas nos meus dedos, o punhal no meu pescoço, tudo era um aviso de perigo. Se você olhasse em meus olhos, seria a última visão que teria. Eu já fui o caçador, nunca a presa. Com ela, eu sou um alvo e estou pronto para deitar e deixar que ela me capture. Abrir o meu pequeno coração cheio de cicatrizes a ela traz a tona os meus inimigos. Vou realizar um último trabalho, mas se alguém a machucar, eu vou destruir o mundo.


Daisy

Eu fui protegida do mundo exterior toda a minha vida. Fui educada em casa e sou praticamente uma caipira, eu sou tão ingênua que a minha melhor amiga me chama de Pollyanna. Eu gosto de acreditar no melhor das pessoas. Nikolai faz parte dessa nova vida, e ele é aterrorizante para mim. Não porque os seus olhos são frios ou a minha amiga me avisou para ficar longe dele, mas porque ele é o único homem que já viu o meu eu real sob a timidez. Com ele, o meu coração está em risco e também, a minha vida.

Hitman 02

REGAN
Nunca soube o que era a miséria até o dia em que fui sequestrada e vendida por estar no lugar errado, no momento errado. Dois meses mais tarde, estou em um prostíbulo no Rio de Janeiro quando encontro Daniel Hays. Ele diz que está aqui para me salvar, mas será que posso confiar nele? Tudo o que sei, é que ele é duro, irônico e tem uma tendência a resolver todos os problemas com sua arma. No entanto, ele é a única segurança em meu mundo e sei que é ruim me apaixonar por ele, mas não consigo evitar. Ele me promete que irá me proteger até seu último suspiro, mas não sei se deveria acreditar ou se posso.

DANIEL
Durante os últimos dezoito meses, tive um objetivo: encontrar a minha irmã sequestrada. Deixei o exército, transformei-me em um assassino de aluguel e fiz amizades com criminosos em todo o mundo. Em cada visita a um bordel ou a cada carregamento de tráfico de pessoas, eu a procuro, desesperado para ver seu rosto.

No Rio de Janeiro, encontro Regan Porter machucada, mas firme e ainda com sua sanidade intacta, apesar das suas semanas no inferno.

Deveria deixa-la para trás ou enviá-la para casa, porque a última coisa que qualquer um de nós precisamos, é se envolver. Mas cada minuto que se passa, não consigo deixa-la ir.


Deixe um comentário

Gostou? Sim ou Não? Qual a sua opinião? Eu quero saber, por favor, posta o comentário, o blog se movimenta através da sua participação. Comente!



Pedidos de envio de ebook por email serão ignorados.


Beijos